Cereja do Topo, por Lorena Gonzalez.

Tarde de domingo
13 de março de 2013 às 5:21 PM | por Lorena Gonzalez Leal.

Ela saiu do banheiro com a toalha ainda na cabeça, a camiseta duas vezes maior que ela tornava o short xadrez quase desnecessário. Aumentou o volume da televisão na sala, parada em pé cantarolando alguma música enquanto secava o cabelo. Ouviu um barulho de chave na porta, parou para olhar, as sobrancelhas franzidas, ainda segurando a toalha.
-Essa chave deveria ser só pra emergência. - Relaxou quando viu o rapaz de cabelos claros e barba feita entrar, voltou a atenção para a televisão.
-Nós brigamos de novo. - Ele se jogou no sofá.
-Dessa vez foi por quê? - Levou a toalha até o banheiro.
-Não lembro como começou, mas acabou em você. - Jogado no sofá, ele falava sem prestar atenção em mais nada.
-E você achou uma ótima ideia vir pra cá? - Ela sentou de frente pra ele no lado oposto do sofá, as pernas cruzadas.
-Ela tem ciúmes de você.
Ele olhou pela primeira vez para a garota que sorria e ainda assim parecia séria.
-De onde veio essa ideia ridícula?
-Ela me disse... - Voltou então a olhar para a frente.
-Diz pra ela que não precisa ter ciúmes de mim, porque nem se eu aparecesse pelada na sua porta você perceberia...
-Eu disse que isso não faz sentido, que você é boa moça e que nunca quis nada comigo.
-Você ta ouvindo o que eu to falando?
-Eu já to bem melhor... Você me acalma. - Ele sorriu para a garota e segurou a sua mão.
-E você me deixa louca. - Ela levantou do sofá e foi até a cozinha. Encarou a geladeira aberta por alguns minutos antes de pegar uma garrafa de água e voltar para a sala.
Parou à porta, encostada na parede, e ficou olhando aquele rosto agora calmo e despreocupado, perdido em algum lugar que ela não podia alcançar.
-Lembra aquela vez que eu cheguei e você tava dançando na sala só com aquele short que você  roubou de mim e sutiã? - Ele ria olhando pra ela, os olhos brilhando de um jeito divertido.
-Ei, eu não roubei! Tava muito calor e eu não tava dançando... Tava treinando pra minha aula na academia, eu faço isso às vezes... - Ela abaixou a cabeça corando um pouco. Depois percebeu o olhar dele e completou - Eu tenho tempo livre demais, ok? Eu fico entediada... Além do mais, vou pegar de volta essa chave que eu te dei.
Os dois ficaram em silêncio, apenas se olhando. 
-Lembra quando eu mudei pra cá? Demorou mais de um ano pra você vir me ver... Ainda bem que eu não te esperei pra pintar minha parede. 
-Você fez um ótimo trabalho sem mim. 




0 comentários

Posts antigos. | Posts mais novos.
Lorena.

Paranaense, estudante de moda, escorpiana, chocólatra, impaciente, curiosa, desorganizada, ansiosa. Eu tenho um macaco azul e um sapo de aparelho, nunca tive amigos imaginários e no dia da Toalha eu levo a minha para todos os lugares. Dou risada em filme de terror, adoro cama-elástica, algodão doce e maçã do amor, acho divertido subir em árvores. Adoro escrever... Não me atreveria jamais a escrever um poema, sei que meu lugar é a prosa, o verso eu deixo pra quem quiser.

Sobre o blog.

"Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar pra mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse a sempre novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias. Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos. Experimentei quase tudo, inclusive a paixão e o seu desespero. E agora só quereria ter o que eu tivesse sido e não fui."




Agradecimentos.

Skin:Júlia Duarte.
Basecode:Jaja
Best view:Google Chrome