Cereja do Topo, por Lorena Gonzalez.

Retroexpectativa
28 de dezembro de 2015 às 2:24 AM | por Lorena Gonzalez Leal.
Meu coração anda fraco, e não é coração partido. É fraco disso que chamam de vontade de viver, fraco de se importar, fraco de querer bater. É fraco de tanta saudade, aquela coisa tão grande que te derruba de si, mas que é tão pequena que ainda não tem remédio. É fraco e é por essa canseira de ter que ser forte. É fraco de tanta luta que já foi, e tanta luta que ainda vai vir, que quase sucumbe à preguiça, quase desiste, que se derrama e se espalha e se expõe ao mesmo tempo em que corre pro esconderijo mais próximo. Meu coração anda fraco, mas anda. Não sabe bem pra onde, nem porque, mas faz planos, vai que amanhã ele acorda bom. Vai que ele descobre que tá em casa, que tá feliz e fez as escolhas certas. Vai que ele cresce e eu nem vejo, e as dores passam, e as feridas fecham e o sorriso volta. Vai que ele se descobre. Vai que ele me descobre, que ele percebe que eu to cuidando dele, que eu to comendo saudável, que eu to fazendo exercício, que eu to fazendo o bem. Vai que ele vê que a gente é um time e que estamos sempre juntos nessa. Vai que ele bate feliz, vai que ele bate mais rápido, vai que ele bate por mim.

1 comentários

Posts antigos. | Posts mais novos.
Lorena.

Paranaense, estudante de moda, escorpiana, chocólatra, impaciente, curiosa, desorganizada, ansiosa. Eu tenho um macaco azul e um sapo de aparelho, nunca tive amigos imaginários e no dia da Toalha eu levo a minha para todos os lugares. Dou risada em filme de terror, adoro cama-elástica, algodão doce e maçã do amor, acho divertido subir em árvores. Adoro escrever... Não me atreveria jamais a escrever um poema, sei que meu lugar é a prosa, o verso eu deixo pra quem quiser.

Sobre o blog.

"Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar pra mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse a sempre novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias. Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos. Experimentei quase tudo, inclusive a paixão e o seu desespero. E agora só quereria ter o que eu tivesse sido e não fui."




Agradecimentos.

Skin:Júlia Duarte.
Basecode:Jaja
Best view:Google Chrome